Skip to main content

Intervenções para palafitas de edifícios

Foi lançado o edital do Outros Territórios – Chamada Internacional de Projetos para Intervenção Urbana, com inscrições até 22 de janeiro de 2019

palafitas

A ideia é reunir um conjunto de intervenções efêmeras que serão propostas para o Buritis, montanhoso bairro da região Oeste de Belo Horizonte, possibilitando uma mudança instantânea em sua paisagem por meio da ocupação de “palafitas” (vigas e pilares aparentes) de diversos prédios ao mesmo tempo. Poderá ser criado um circuito de visitação a pé às instalações: projeções de vídeo, light art, peças de teatro, horticultura, paisagismo, pinturas, esportes radicais, entre outras possibilidades de ocupação dos espaços privados e vazios. Leia+Mais→

Entidades unidas pela democracia

Entidades representativas dos arquitetos e urbanistas uniram-se em coro pela democracia e pela liberdade de pensamento

Ensa

Thiago Teixeira de Andrade, Cícero Alvarez, Beatriz Vicentin Gonçalves, Célio da Costa Melis Junior e Erika Kokay

Lado a lado, as principais entidades representativas dos arquitetos e urbanistas uniram-se em coro em um manifesto informal pela democracia, pela liberdade de pensamento e pela educação com direito à formação política não apenas da categoria, mas de toda a sociedade.

O ato ocorreu durante a abertura do 42º Ensa, na noite de sexta-feira (23/11), em Brasília (DF) e contou com a presença de dirigentes da FNA e seus sindicatos, CAU/BR, CAU/DF, IAB, ABEA e FeNEA. Leia+Mais→

Metropolização no Brasil contemporâneo

Livro da EdUFSCar reúne estudos que pretendem contribuir para a reflexão sobre o processo de expansão territorial

EdUFSCar

A Editora da Universidade Federal de São Carlos (EdUFSCar) está lançando o livro “Dinâmica demográfica e socioespacial no Brasil metropolitano: convergências e especificações regionais”, organizado por José Marcos Pinto da Cunha.

A obra surge com o objetivo de ampliar a reflexão sobre temas urbanos e metropolitanos, com base em redes estabelecidas como Associação Brasileira de Estudos Populacionais (Abep). É, portanto, resultado de um processo coletivo e cooperativo entre várias instituições e demógrafos especialistas nos temas abordados. Leia+Mais→

Preocupação com a política

Futuro do Ministério das Cidades e da assistência técnica preocupa no Brasil

FNA

Eleonora Mascia, vice-presidente da FNA, e Lola Ribeiro, viúva do ex-deputado Zezéu Ribeiro, um dos responsáveis pela aprovação da Lei de Assistência Técnica e Habitação de Interesse Social (ATHIS)

Os impactos da provável extinção do Ministério das Cidades para a sociedade e para o futuro dos municípios brasileiros foram debatidos na manhã desta quinta-feira (22/11) durante o Seminário Nacional 10 anos da lei de Assistência Técnica e Habitação de Interesse Social (Athis), realizado em Brasília (DF).

Segundo a vice-presidente da FNA, Eleonora Mascia, o temor é quanto ao rumo que tomarão as diversas ações que ainda estão em fase de projeto e cujas obras não tiveram início. O alerta foi referendado pela arquiteta e urbanista e viúva do deputado Zezéu Ribeiro, Lola Ribeiro. “A resistência não é fácil, mas é preciso contrapor com uma proposta que não pode ser esvaziada”, salientou. Leia+Mais→

Seminário Olhares Sobre a Cidade

Preservação de patrimônio histórico abre Seminário: “Olho para o mapa da cidade como quem examinasse a anatomia de um corpo.”

Saergs

Cicero Alvarez – presidente da Federação Nacional de Arquitetos e Urbanistas (FNA) e Maria Teresa Peres de Souza – presidente do Sindicato dos Arquitetos no Estado do Rio Grande do Sul (Saergs) / Cicero Antônio Almeida – museólogo e professor

Ao citar o poeta gaúcho Mário Quintana, o museólogo e professor Cicero Antônio Almeida propôs reflexões sobre as políticas públicas para o patrimônio histórico do Brasil e a memórias das cidades. Sua apresentação abriu a programação de palestras da segunda edição do Seminário Olhares Sobre a Cidade, que ocorreu na terça-feira (30/10), reuniu cerca de 130 pessoas no Memorial Luiz Carlos Prestes, em Porto Alegre (RS). Leia+Mais→

Arquiteto deve ser agente da Habitação de Interesse Social

Os arquitetos e urbanistas precisam pensar e projetar arranjos que viabilizem a Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social (Athis) no Brasil

Athis

Arquitetas Taiane Beduschi e Paola Maia, do AH! Arquitetura Humana

A bandeira foi defendida pela arquiteta e urbanista Paola Maia, uma das sócias do AH! Arquitetura Humana, escritório que tem a assistência técnica como uma de suas prioridades. O projeto, que também reúne as arquitetas Taiane Beduschi e Karla Moroso, foi detalhado durante palestra no Saergs Na Estrada, evento realizado na terça-feira (07/11), na Ftec, em Novo Hamburgo.

“Começamos nesse trabalho militando e acabamos fazendo várias reflexões sobre o papel do arquiteto”, disse Paola, convicta de que o segmento trata-se de um nicho de mercado essencial de ser enxergado pelos arquitetos e urbanistas Leia+Mais→

As arquiteturas da civilização brasileira

O filósofo e ensaísta Eduardo Subirats ministra o curso As Arquiteturas da Civilização Brasileira, no período de 21 a 30 de novembro, no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc

Eduardo Subirats

Esse curso apresenta uma teoria crítica da cultura arquitetônica brasileira na qual se integram visões da ética, da estética e da política, com a leitura da memória como traço marcante da modernidade latino-americana. Organizado em parceria com a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Escola da Cidade.

O curso tem por objetivo colocar em discussão a arquitetura no Brasil a partir dos discursos constitutivos do processo do colonizador da América e do enfrentamento da proposta colonizadora de afastamento da cultura brasileira de suas memórias históricas. Apresenta uma teoria crítica da cultura arquitetônica brasileira na qual se integram visões da ética, da estética e da política, com a leitura da memória como traço marcante da modernidade latino-americana, abordando os seguintes temas: Leia+Mais→

Grandes desafios das cidades

O Dia Mundial das Cidades (31 de outubro) marca para arquitetos e urbanistas os grandes desafios pela frente no Brasil

Cicero Alvarez

Cicero Alvarez, presidente da Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas

Apesar dos avanços obtidos nas últimas décadas em habitação popular e urbanização, nossos conglomerados urbanos seguem carecendo de políticas públicas eficientes.

Na tentativa de alertar para a importância do papel do urbanismo como agente de inclusão social e do planejamento das cidades ao redor do mundo, a Organização das Nações Unidas (ONU) propôs como assunto central dos debates deste ano “Governança Inovadora, Cidades Abertas”. Leia+Mais→

Scroll Up