Skip to main content

Projetos premiados do Aflalo/Gasperini

Habitarte e Habitat, projetos do Aflalo/Gasperini, são vencedores do Prêmio Master Imobiliário 2018

Aflalo/Gasperini

O escritório Aflalo/Gasperini Arquitetos, juntamente com seus clientes Stan Incorporadora, Yuny Incorporadora e BSP Empreendimentos Imobiliários, teve seus projetos Habitarte e Habitat premiados na noite da quarta 29/08, na 24a edição do Prêmio Master Imobiliário, realizado pela Fiabci Brasil e Secovi-SP, destacada premiação brasileira do setor.

O Edifício Habitarte, localizado no Brooklin, em São Paulo, venceu na categoria Empreendimento Residencial. O condomínio é formado por seis edifícios, sendo que quatro deles abraçam uma grande praça privada de 1.000 m2 e os outros dois, implantados na ponta do lote e com pequeno recuo, permitem a criação de uma praça semipública, com um supermercado integrado ao hall dos edifícios. A linguagem dos edifícios é definida por linhas retas e “caixas” que enquadram os apartamentos, em alturas diferentes. Na fachada, tem uma escultura de 50 metros dos irmãos Campana. Leia+Mais→

Habitas do ITA mobiliza professores e alunos

Futuros engenheiros, alunos de pós-graduação e iniciação científica pesquisam economia ambiental, edificações inteligentes, soluções em água e energia, e materiais e processos construtivos a partir do Projeto Habitas

Habitas
O Projeto Habitas, que tem o objetivo de alavancar a sustentabilidade na construção civil, a partir da reforma e modernização de duas edificações do campus do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), em São José dos Campos (SP) – a Casa Niemeyer e a Casa de Cultura & Sustentabilidade – tem movimentado a comunidade acadêmica do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica). Leia+Mais→

FNA recebe indicações para prêmios de 2018

Arquitetos e urbanistas de todo o país têm até o dia 20 de julho para indicar candidatos ao 13º Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano, da Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA). No mesmo prazo, poderão ser indicados também nomes para o Prêmio FNA 2018, uma nova distinção criada pela entidade

fna

Dividido nas categorias Setor Público e Setor Privado, o Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano busca homenagear profissionais que se destacaram por atuação em atividades ligadas a arquitetura e urbanismo, impulsionando o aperfeiçoamento, o fortalecimento e a valorização da função social da profissão. Segundo o presidente da FNA, Cicero Alvarez, a escolha dos laureados é baseada na relevância do trabalho, do ponto de vista do seu impacto nas áreas científica, política, social e tecnológica. “Reconhecemos ações, projetos ou obras que tenham beneficiado a comunidade, sempre com alcance social e humano”, explica Cicero. Leia+Mais→

Finalistas do Tomie Ohtake Akzonobel

Entre os 244 projetos inscritos provenientes de 17 Estados brasileiros e Distrito Federal, o Instituto Tomie Ohtake e a AkzoNobel anunciam os 13 projetos finalistas do 5º Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel

Tomie Ohtake Akzonobel

A seleção foi feita por um júri formado pelos arquitetos Adriana Benguela, Fábio Mariz Gonçalves, José Lira, Marcos Boldarini e Priscyla Gomes. Em 2018, registrou-se um aumento de 31,18% no volume de inscrições em relação à edição anterior. Entre os finalistas há obras localizadas em São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Distrito Federal, Bahia e Rio e Rio Janeiro.

Projetos Finalistas Leia+Mais→

Carla Juaçaba constrói capela do Vaticano

Arquiteta brasileira é convidada para construir capela para o Vaticano na Bienal de Veneza. Única brasileira da lista, arquiteta integra seleção com 10 profissionais de todo o mundo, como os Pritzker Norman Foster e Eduardo Souto de Moura

Carla Juaçaba

A arquiteta brasileira Carla Juaçaba foi convidada a integrar uma seleção de dez profissionais de todo o mundo que projetarão uma Capela, no que marca a primeira participação do Vaticano na Bienal de Arquitetura de Veneza, cuja 16ª edição acontece entre 26/5 e 25/11. Carla se notabilizou por projetar o pavilhão Humanidade 2012 durante o Rio+20, em parceria com Bia Lessa.

Entre os selecionados também estão os arquitetos premiados com o Pritzker Eduardo Souto de Moura (Portugal) e Norman Foster (Inglaterra), além dos sul-americanos Smiljan Radic (Chile) e Javier Corvalán (Paraguai). A seleção se completa com Flores & Prats (Espanha), Francesco Celini (Italia), Sean Godsell (Australia), Andrew Berman (Estados Unidos) e Teronobu Fujimori (Japão). A curadoria ficou a cargo de Francesco Dal Co, crítico e historiador de arquitetura e desde 1996 editor da revista Casabella. Leia+Mais→

Alex Hanazaki recebe prêmio internacional

Arquiteto paisagista brasileiro é laureado com com ASLA 2017 pela American Society of Landscape Archtecture com a Praça Eliane

Praça Eliane

O arquiteto paisagista Alex Hanazaki soma mais uma importante premiação à sua carreira com o prêmio ASLA 2017, da American Society of Landscape Archtecture, a mais respeitada associação de arquitetura paisagística mundial, fundada em 1899, concorrendo com grandes nomes internacionais da área. O profissional, considerado um dos grandes nomes da arquitetura paisagística contemporânea no Brasil, conquistou a condecoração internacional com o projeto da Praça Eliane, erguido em uma área de preservação do antigo ambulatório do Jockey Club de São Paulo. Leia+Mais→

Felipe Correa integra moradia e trabalho

Integração moradia e trabalho é a solução para crise habitacional brasileira proposta pelo urbanista equatoriano radicado nos EUA, Prof. Felipe Correa, com modelo de desenvolvimento urbano e arquitetônico que integra moradias ao trabalho.

Felipe Correa

No Rio de Janeiro, na cidade de Nova Iguaçu, o arquiteto acaba de finalizar o projeto de uso misto, onde apenas a primeira fase contará com 11 mil unidades habitacionais e centro comercial que integrará mais de 20 mil profissionais. Segundo o urbanista, a solução foi pesquisada em 78 países e integrado as melhores práticas de países em desenvolvimento de quatro continentes.

A oferta de financiamento para habitação popular desabou e três fatores simultâneos contribuíram para isso: a escassez do FGTS, a suspensão de aportes do tesouro e as novas regras mais rigorosas de gestão de capital (Basileia III). Leia+Mais→

Reduzir o impacto dos pássaros nas edificações

Os pássaros enxergam as grandes fachadas envidraçadas, ainda mais quando espelhadas, como a continuação do céu para voar / Por Adriana Noya

pássaros

O uso do vidro nas fachadas dos edifícios está cada vez mais em alta. Grandes torres ou até mesmo residências quase que totalmente envidraçadas nos atraem, pois proporcionam sensação de amplitude, de infinito, dando a impressão de que os espaços internos são maiores, prolongando-se pelas vistas.

Sem dúvida, fica lindo. Mas há alguns fatores que devem ser levados em consideração. O primeiro é o conforto térmico, pois caso não sejam um dos chamados “vidros inteligentes ou de alta performance”, eles podem aquecer demais no verão, aumentando a necessidade do uso de condicionadores de ar e esfriar demais no inverno. Leia+Mais→

Scroll Up